30/08/2019 | Assessoria de Imprensa

Bombeiros Voluntários de Joinville sediam evento cultural

O Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville, juntamente com a Sociedade Cultural Alemã e o Instituto Carl Hoepcke promoveram, no dia 20 de agosto, evento para celebrar, em Joinville, os 190 anos da imigração alemã para Santa Catarina. O marco histórico foi comemorado por meio de um dia de palestras, debates, exposição e o lançamento do livro “Atas Históricas do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville — 1892 a 1938”. No encerramento foi elaborada a Carta de Joinville, documento que faz apelo para o resgate da cultura germânica, preservação da memória e patrimônio histórico da cidade endereçada ao Poder Executivo e Associação Empresarial (Acij).

O cônsul honorário da Alemanha em Joinville, Rodrigo Bornholdt, destacou a importância de se preservar a memória dos imigrantes que deixaram como legado uma cultura alicerçada no trabalho, disciplina e espírito cooperativo. O exemplo maior do “espírito cooperativo” dos fundadores de Joinville é o Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville, um modelo pioneiro no país. “São 127 anos ininterruptos, 24 horas por dia, de serviços prestados à comunidade no que diz respeito a salvar vidas e patrimônio”, reforçou Moacir Thomazi, presidente da Associação. Em 2018, os bombeiros voluntários somaram 159 mil horas de serviços gratuitos em escalas operacionais.

A principal contribuição dos Bombeiros Voluntários de Joinville ao evento foi o lançamento do livro “Atas Históricas do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville — 1892 a 1938”, viabilizado por meio do projeto Meio Século de Registros do Alemão para o Português, desenvolvido pelo Museu Nacional dos Bombeiros Voluntários com recursos do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (Simdec).

É um compêndio que traz as transcrições fiéis dos registros das reuniões do Conselho Administrativo e comando dos bombeiros voluntários; das reuniões extraordinárias; assembleias gerais, ordinárias e extraordinárias escritas em alemão — prática que foi abolida por imposição da Campanha de Nacionalização.

Acolhimento dos espanhóis

Paralelo ao evento, foi aberta a exposição “História Repatriada” que revela documentos inéditos sobre alemães em Santa Catarina durante a Segunda Guerra Mundial. A mostra é composta por grandes painéis que reproduzem partes dos cinco mil documentos descobertos pela professora doutora espanhola Elda Gonzales Martinez, do Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC), de Madri, quando realizava pesquisas no Arquivo Central do Governo, na cidade de Alcalá de Henares, também na Espanha, em 2015.

A exposição ficará aberta à visitação até 10 de outubro, na biblioteca da Unidade Central do Corpo de Bombeiros Voluntários. A visitação pode ser feita diariamente, em horário comercial.

 


Exemplares do livro “Atas Históricas do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville — 1892 a 1938”


Exposição "Memória Repatriada" ficará aberta para visitação até dia 10 de outubro na biblioteca do CBVJ

 

 



ASSOCIAÇÃO DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS
NO ESTADO DE SANTA CATARINA


Rua Jaguaruna, Nº 13 | Bairro Centro | Joinville | CEP 89201-450 | Santa Catarina
“Filiada à Confederação Nacional dos Bombeiros Voluntários do Brasil”
www.abvesc.com.br
ACESSO RESTRITO AS CORPORAÇÕES
E-mail
SIVSC
© 2018 ABVESC - Associação dos Bombeiros Voluntários no Estado de Santa Catarina - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Esplendore